HomeNotíciasBelémGoverno vai processar Diário do Pará por capa falsa
Belém

Governo vai processar Diário do Pará por capa falsa

Jornal publicou foto de hospital hondurenho como se fosse a Sta Casa

10/07/2013 - 16:28 - Belém
Atualizada às 18h59

O governo do Pará vai processar o jornal Diário do Pará pela publicação de imagem falsa na capa do jornal na edição desta quarta-feira (10). O governador Simão Jatene classificou a publicação da foto falsa pelo periódico de Jader Barbalho como 'desespero'. 'Não posso aceitar que se faça terrorismo com a população quando os fatos não correspondem', disse Jatene em entrevista coletiva à imprensa paraense nesta tarde na sede do comando geral da Polícia Militar, em Belém.
 
Jatene disse que a publicação da matéria relatando precariedade nas dependências da Santa Casa do Pará serve para desviar a atenção da condenação de Barbalho no caso de desvio de recursos da Sudam e demissões dos secretários de Estado ligados ao PMDB. 'Dá para perceber que esse veículo de comunicação tem uma clara ligação política nesse Estado, fazendo sensacionalismo com um fato que não corresponde à realidade. Quando se faz esse tipo de erro, não se agride só ao Governo, mas sim a toda sociedade', desabafou o governador.


Durante a coletiva, a equipe de comunicação do governo mostrou o vídeo de onde a imagem foi retirada. Trata-se uma matéria da TV hondurenha, que mostrava o caos na saúde do país. Na matéria do jornal Diário do Pará de hoje, a imagem foi  mostrada como sendo tirada dentro da Santa Casa de Misericórdia. Segundo o jornal, a imagem teria sido enviada por um funcionário da instituição. 'A questão da saúde pública é séria e grave, e isso tem um efeito sobre os próprios sentimentos da população', disse o governador.



O Procurador do Estado, Caio Trindade, explicou que o Governo deve entrar com uma ação contra o jornal para pedir direito de resposta. 'A Constituição Federal assegura a todas as pessoas jurídicas o direito de resposta e vamos pedir isso  no mesmo veículo de comunicação e da mesma forma e espaço em que a matéria estava. Queremos apenas a reposição da verdade e esclarecimentos dos fatos', disse o procurador. 

Sobre a questão da superlotação e mortes de bebês na Santa Casa, o Secretário de Saúde, Hélio Franco, disse que o Governo está empenhado em resolver a situação.'Nós precisamos de mais hospitais com atenção primária à saúde e é preciso  trabalhar isso com diagnósticos precoces nesses locais', explicou. Sobre o suposto funcionário que teria enviado a foto ao jornal, Franco foi enfático. 'Não podemos dizer que foi um funcionário porque a foto é falsa!', disse.  

O secretário disse ainda que um representante do Ministério da Saúde esteve na Santa Casa recentemente e verificou as condições da UTI Neonatal. 'O representante disse que a morte dos bebês não teve algo a ver com bactérias como foi até divulgado nesse jornal, foram ocasionados por outras situações específicas', explicou.

Ao final da coletiva, Simão Jatene disse que o novo prédio da Santa Casa deve ser entregue à população em agosto. Até sexta-feira (12),o hospital passa por testes finais nas instalações elétricas e eletrônicas, que incluem elevadores,  centrais de gás e medicinais, bem como, automação do prédio e sistema de segurança. Orçado em R$ 122 milhões, o prédio tem oito pavimentos e capacidade para 322 leitos e 64 berços. 


Repercussão nas redes sociais

Desde a manhã desta quarta circulam nas redes sociais montagens comparando a foto publicada pelo Diário do  Pará à imagens de novembro de 2012, publicadas pelo jornal hondurenho La Prensa do Hospital de Ocidente, localizado na cidade de Santa Rosa de Copán, em Honduras. 

O administrador do perfil @BelemTransito, Tiago Paolelli, foi um dos primeiros a retuitar a imagem que mostra os dois hospitais. De acordo com Paoelli, a imagem foi enviada por seguidores do perfil indignados com a má-fé daquele jornal  paraense. 'Os seguidores do @BelemTransito enviaram a montagem e fui atrás da fonte antes de repassar qualquer informação', explica Paolleli. 'Pesquisei no Google a notícia em espanhol e a foto era a mesma', continua. 


O caso da capa falsa do Diário do Pará mostra que o jornal se inspirou em maus exemplos da prática do jornalismo. Em janeiro deste ano, o jornal espanhol 'El País' divulgou uma foto falsa do então presidente venezuelano Hugo Chávez. O periódico mostrou em sua capa uma imagem falsa de Chávez entubado, quando na verdade se tratava de um paciente mexicano e havia sido divulgada em 2008. 


Antes da publicação pelo 'El País', a imagem fora oferecida ao concorrente 'El Mundo' pela agência Gtres Online, que assegurava a legitimidade do material. Na época, o diretor do El Mundo explicou no Twitter que a agência havia feito a  imagem uma semana antes. A opção de não publicá-la foi decidida pelo alto valor cobrado, pela falta de informações precisas e por respeito à figura do presidente.

Redação Portal ORM
Fotos: Bruno Magno (Portal ORM) / Reprodução Internet
 
Mais Acessadas
Canais
Siga nas Redes: