HomeNotíciasPolíciaCaso Ana Karina: testemunha é assassinada a tiros
Polícia

Caso Ana Karina: testemunha é assassinada a tiros

01/11/2011 - 19:46 - Polícia


A Delegacia de Conflitos Agrários de Marabá, no sudeste paraense, está investigando a morte do agricultor Júlio César Souza, testemunha do assassinato da jovem Ana Karina, morta aos nove meses de gravidez, no município de Parauapebas, em maio de 2010. 


Segundo a polícia, a testemunha do caso foi executada a tiros quando passava de moto em uma estrada vicinal em uma área rural próximo ao município. O acompanhante morreu na hora e o agricultor chegou a ficar internado por quatro dias, falecendo em seguida. A polícia ainda não relaciona a morte do agricultor ao fato de ele ser testemunha no caso.


Por enquanto a hipótese mais provável para a polícia é de que o crime tenha sido motivado por uma dívida do agricultor. A família da jovem que foi morta aos nove meses de gravidez em maio do ano passado e, cujo corpo está desaparecido até hoje, cobra uma apuração mais detalhada.


Júlio César vivia com os outros trabalhadores rurais em um novo acampamento na zona rural de Marabá, mas no último dia nove de outubro, ele foi baleado dentro do acampamento e morreu, três dias depois num hospital em Parauapebas.


As investigações sobre a morte de Júlio César foram iniciadas pela Divisão de Homicídios e, posteriormente, transferidas para a Delegacia de Conflitos Agrários, para onde o delegado Vitor Leal, que preside o inquérito, foi remanejado. Até o momento ninguém foi preso.


Caso- A jovem Ana Karina estava grávida de 9 meses quando desapareceu em maio do ano passado. O empresário Alessandro Camilo, pai do filho que ela esperava, foi preso acusado do crime, juntamente com Francisco de Assis e Florentino Rodrigues. Graziela Barros, na época noiva de Alessandro Camilo foi acusada de planejar o assassinato, mas responde em liberdade graças a um habeas corpus. Todos devem ir a júri popular ainda este ano.

 

Assista a reportagem da TV Liberal!

 





Com informações do repórter José Neves

tags:
Mais Acessadas
Canais
Siga nas Redes: