HomeNotíciasPlantão CulturalConfira detalhes do desfile das Escolas de Samba Paraenses
Plantão Cultural

Confira detalhes do desfile das Escolas de Samba Paraenses

03/02/2005 - 14:00 - Plantão Cultural
A Fundação Cultural do Município de Belém (Fumbel) anunciou no última sexta (28), que as escolas de samba da Liesge (Liga Independente das Escolas de Samba do Grupo Especial) e da Esa (Escolas de Samba Associadas) estão juntas no desfile Oficial das Escolas de Samba da Prefeitura, participando do mesmo concurso, de onde sairá uma única vencedora. Serão quatro dias de desfile, e às escolas do grupo especial foram reservados o sábado (05) e a terça-feira (08), de acordo com o interesse de cada escola.

Todas as escolas estão dividindo os R$ 60 mil de incentivo (sendo R$ 36 mil da prefeitura e R$ 24 mil do governo do Estado) e durante o desfile serão avaliadas pelo mesmo júri, formado por 33 pessoas. As arquibancadas terão acesso gratuito e os camarotes começaram a ser comercializados pela Belemtur (Memorial dos Povos) a partir desta segunda-feira (31).

Calendário de desfiles na Aldeia Cabana:

Dia 5 – 19h - 8 escolas do Grupo Especial – Xodó da Nega, Matinha, Academia jurunense, Deixa Falar, Tradição Guamaense, Império Pedreirense, Rancho Não Posso me Amofiná e Quem São Eles.
Dia 6 – 18h - 9 escolas do Grupo A
Dia 7 – 19h - 5 escolas dos blocos de empolgação do grupo de acesso
8 escolas dos blocos de empolgação do grupo A
4 escolas dos blocos de empolgação do grupo de acesso
Dia 8 – 19 h - 10 escolas do Grupo B
4 escolas do Grupo Especial – Mocidade Olariense, Bole-Bole, acadêmicos da Pedreira e A Grande Família.
Icoaraci - Dia 6, 18h desfile na 4ª Rua.
Dia 8, 9h, saída do carnaval fluvial
Mosqueiro – Dia 6 e 7, 16h, desfile na Praça Matriz
Outeiro – Dia 8, 19h, desfile na avenida Beira-Mar

Clique nos links abaixo e confira abaixo a história e detalhes de oito das Escolas de Samba do Grupo 'Especial':

ONG 'Tradição Guamaense [Clique]' 

Sociedade Cultural Recreativa e Carnavalesca 'Império de Samba Quem São Eles [Clique]'

Escola de Samba da 'Matinha [Clique]'

Academia de Samba 'Jurunense [Clique]'

Grêmio Recreativo Cultural e Carnavalesco 'Deixa Falar [Clique]'

Grêmio Recreativo Jurunense 'Rancho Não Posso me Amofiná[Clique]'

Topo

ONG Tradição Guamaense

[História]

A Escola de Samba Tradição Guamaense começou em agosto de 2000, com a certeza de trabalhar para conquistar todos os títulos do Carnaval de Belém, desde o grupo B, passando pelo grupo A, até atingir o máximo do triunfo, Campeão do Grupo Especial do Carnaval de Belém. Assim, ao se dedicar ao trabalho com afinco, construiu o resultado desejado, fazendo com que a Escola conquistasse o destaque de ser, até agora, a única a conquistou os títulos de todas as três categorias de Escolas de Samba de Belém e mais, de forma consecutiva:

§ Campeã do Grupo B, em 2001.
§ Campeã do Grupo A, em 2002.
§ Vice do Grupo Especial, em 2003.
§ Campeã do Grupo Especial, em 2004.


[Samba de enredo]

MISSÃO CUMPRIDA E AGORA?

EU NASCI PEQUENININHO

O MEU BERÇO TEM TRADIÇÃO BIS

VIM CUMPRIR O MEU DESTINO

MISSÃO CUMPRIDA, O GUAMÁ É CAMPEÃO.

 

MOSTREI: A CULTURA DE VERDADE

É A FONTE DE FELICIDADE

E DA GARRA QUE MEU POVO TEM

QUE NOSSA ÁGUA ABASTECE A CIDADE, PARECE MALDADE

O GUAMAENSE ABRE A TORNEIRA E ELA NÃO VEM.

 

CANTEI NUM JARDIM DE GERÂNIOS

E UMA LOURA ME ENCANTOU

EU SOU MUNDURUKU-MUIRAPINIMA BIS

E A MINHA SINA É SER UM VENCEDOR.

 

NA ALDEIA, ERA DAVI CONTRA GOLIAS ( QUE AGONIA )

NA ALDEIA, ERA UMA LUTA DESIGUAL ( SEM IGUAL )

COM ARTE E MUITA OUSADIA BIS

NA TRADIÇÃO SOU CAMPEÃO DO CARNAVAL.

 

(E AGORA ?)

E AGORA A LUTA CONTINUA

E NÃO TEMOS MAIS NADA A PROVAR

MAS NOSSA ESCOLA ESTÁ NA 'RUA' BIS

É O DESPEJO DA CULTURA POPULAR

[Desfile]

Data do desfile: Dia 05/02 - (Sábado), às 19h.

Enredo: Missão Cumprida. E agora?

Compositores: Vetinho

Carnavalesco: Vantuir, da Unidos da Tijuca, Maurício, Nei Fera e Tubarão


Topo

Sociedade Cultural Recreativa e Carnavalesca 'Império de Samba Quem São Eles'

[História]

O Senhor Almerindo Cardoso, um alfaiate que gostava de carnaval e que ao lado do Senhor Manuel Airosa o 'Jacaré' e do Senhor José Cruz, o 'Capitão Fuinha', fundador da 1º Escola de Samba de Belém, a 'Tá feio', resolveram reviver as escola famosa, mas não foi possível usar o nome 'Ta feio'. Então o Sr. João Pé de Bicho sugeriu o nome de 'Quem São Eles', que seria então a pergunta do povo e a resposta seria: 'Tá feio. No dia 28 de janeiro de 1946 estava fundada o Império de Samba Quem São Eles, a escola do povo, que logo recebeu a simpatia dos mesmos. Em 1948, conquistava seu primeiro título de campeão de carnaval, no concurso promovido pela Folha do Norte, famoso matutino Paraense e, o feito repetiria-se até 1952, sendo penta - campeão do carnaval de Belém.

Com 14 títulos em mãos e a chegada de novos Jovens Águias, implantaram a famosa Roda de Samba, idéias de jovens, como Luis Guilherme de Sousa pereira, Brás da Rocha, João de Jesus Paes Loureiro, Edyr Proença, Simão Jatene, Laury Garcia e outros. Eles conquistaram o tri-campeonato em 1978, com o enredo 'Theatro da Paz' 100 Anos de Artes no Pará. Dez
anos separaram o Quem São Eles do título, que em desfile monumental, conquistava o campeonato com o enredo 'Lua Cheia', em 1988.

Após dois anos sem carnaval oficial, a escola do povo voltava a conquistar o título para alegria dos moradores do Umarizal com o enredo 'Meio Dia Panela no Fogo e Barriga Vazia' e novamente 1994, com o enredo o 'Maior Espetáculo da Terra'. O Quem São Eles, festejava em seus 50 anos de fundação, o 'Jubileu de Ouro'  e levou para a avenida 25 de setembro, atrás do Bosque Rodrigues Alves, o enredo 'Quem Não Viu, Vai Ver Agora', conquistando o título inédito de campeão. Neste dia 28 de janeiro de 2005, comemora os seus 59 anos de fundação, cantando as maravilhas das Danças Paraenses com o enredo 'A Dança Que a Gente Dança... Na Aldeia Acaba em Samba', em homenagem a todos os tipos de dança existentes em nosso Estado do Pará.


[Samba de enredo]

'A DANÇA QUE A GENTE DANÇA... NA ALDEIA ACABA EM SAMBA'

QUEM SÃO ELES  EU SOU... COM MUITO AMOR
O BAILE VAI COMEÇAR... VAI COMEÇAR
TEM DANÇA DE BRANCO E NEGRO
TEM ÍNDIO DE CORPO INTEIRO
NO ESTADO DO PARÁ

É FESTA NA FLORESTA NUA
A DANÇA FLUTUA
NOS QUATRO CANTOS DO PARÁ
A LUA... MANDOU AVISAR
QUE O CARIMBÓ...
VEM DOS TUPINAMBÁ

O PORTUGUES NAVEGADOR
TROUXE A ZABUMBA PANDEIRO EA VIOLA
POR AQUI SE APAIXONOU
LOGO RESOLVEU NÃO IR EMBORA
O NEGRO TRAZ NA ALMA... A MAGIA DA CANÇÃO
A CULTURA... AFRO-BRASILEIRA AQUI SURGIU
SUA CRENÇA E COSTUME NOS UNIU

EM BRAGANÇA TEM
TEM MARUJADA
LUNDU NO MARAJO É PAIXÃO
A DANÇA DO ÇAIRÉ
NA VILA DE ALTER DO CHÃO
SIRIÁ LÁ EM CAMETÁ
FESTA DE PÁSSARO
ORIGINAL DO MEU PARÁ

O FOLCLORE É TRADIÇÃO... TÃO POPULAR
EIS O NOSSO CARNAVAL... A EMOCIONAR
AO VER O QUEM SÃO ELES DESFILAR

[Desfile]

Data do desfile: Dia 05/02 - (Sábado), às 19h.

Enredo: 'A Dança Que A Gente Dança...Na Aldeia Acaba Em Samba'

Compositores: Pedro Martinez, Edson Barata e Paulo Barbosa

Carnavalesco: Pedro Martinez, Edson Barata e Paulo Barbosa


Topo

Agremiação Carnavalesca 'Escola de Samba da Matinha'

[História]

Recriada em 31 de Outubro de 1979, quando um grupo de amigos nostálgicos pela ausência da já extinta Escola de Samba da Matinha, resolveram então, fundar uma nova Escola de Samba, porém decidiram que não mudariam o nome. Nos carnavais de 1980 a 1987, a agremiação desfilou no grupo 'B', onde veio a ser campeã nos anos de 1986 e 1987. Com o titulo de Bi-campeã do grupo, a Escola recebeu o convite da Prefeitura para ingressar no grupo especial, onde permaneceu até o ano de 2000, onde enfrentou problemas internos e foi rebaixada novamente para o grupo 'B'.

Quando da sua permanência no grupo especial, foi uma das fundadoras da Liga das Escolas Independentes. Afastada sem motivos e sem oficialização nenhuma, permaneceu no Carnaval da Prefeitura, onde em 2003, foi novamente campeã, desta vez pelo do grupo 'A', passando a integrar o Grupo Especial da ESA - Escolas de Samba Associadas. Em 2004, ficou em 5º lugar, permanecendo no grupo especial da Elite do Carnaval Paraense.

Em 2005, com o Enredo homenageando o nosso Brega e as Aparelhagens que o difundiram, espera com a ajuda de sua comunidade, que é considerada como uma das mais participantes de Escolas de Samba de Belém, espera novamente e desta vez ser Campeã do grupo Especial da ESA.


[Samba de enredo]

'NA TERRA DOS RITMOS, O QUE SE PLANTA DÁ BREGA'

A MATINHA É CORAÇÃO,
É AMOR, LIBERTAÇÃO
VAI 'SAMBREGUEAR'.
NA TERRA DOS RITMOS
O QUE SE PLANTA DÁ.

ENSOLARADA INSPIRAÇÃO TROPICAL,
VEIO NAS 'ONDAS' DESSE MAR,
ENTRE RIOS E IGARAPÉS
NO MEU CORAÇÃO VEM DESAGUAR.

VEM DO CARIBE, GUIANAS E ANTILHAS,
UM GÊNERO DISTINTO ORIGINAL.
DIVERSIDADE DE RITMOS,
UMA CORRENTEZA MUSICAL.

SALSAS, MERENGUES E BOLEROS,
INFLUÊNCIAS NO BREGA
EM BELÉM DO MEU PARÁ,
EFERVESCÊNCIA DA CULTURA POPULAR.

NO BAIRRO DE FÁTIMA,
ME ENVOLVO NESSA MAGIA,
SOB A LUZ DO LUAR
OU NO CLARÃO DO DIA

NAS APARELHAGENS A CONSAGRAÇÃO,
TRIBO ELETRIFICADA NA EMOÇÃO
DA BATIDA DO MEU CORAÇÃO.

NO COMPASSO DESSE PASSO                                          
VOU
MERENGAR,

DE CORPO DOURADO A CAMINHO DO RIO-MAR       

VEM NESSA QUE VOU TE BEIJAR
MEU AMOR,
NO RITMO DESTA CANÇÃO                                    
VEM QUE EU
VOU,                                                   

ENTRAR NA DANÇA É CARNAVAL                       
E SER FELIZ,
DO JEITO QUE EU SEMPRE QUIS.

[Desfile]

Data do desfile: Dia 05/02 - (Sábado), às 19h.

Enredo: 'Na Terra dos Ritmos, o que se Planta dá Brega'

Compositores: Bosco Guimarães

Carnavalesco: Jean Negrão


Topo

Agremiação Carnavalesca Academia de Samba Jurunense

[História]

A Agremiação Carnavalesca Academia de Samba Jurunense foi fundada em 13 fevereiro de 1989, no então bairro do Jurunas, atual Condor, na Rua Nova II, número 55. Nestes 16 anos a escola nunca deixou de participar dos desfiles oficiais promovidos pela Prefeitura de Belém. Conquistou quatro títulos no Grupo B, 4 vice-campeonatos também no Grupo B e 1 título no Grupo A. Desde 2001 integra o Grupo Especial das Escolas de Samba de Belém - ESA.

[Samba de enredo]

SOU PARAENSE VENDEDOR COM MUITO ORGULHO, SIM SENHOR!

NO TOMA LÁ DA CÁ
NA BEIRA DO RIO PARÁ
O BEIJÚ E A FARINHA
PELA BROA DOCE DE LÁ
TUDO FOI PARA NA BODEGA DO MANELIS
PONTO DE ENCONTRO DOS MASCATES
TERRENO MARCADO A MANDO DO REI
MAIS UM LATIFÚNDIO PORTUGUÊS
LOGO O LIBANÊS CHEGAVA
COM BOM DESCONTO ENALTECENDO A QUALIDADE
DEPOIS DO TRABALHO NOS ENGENHOS DO SENHOR
NEGRO VIRAVA TAMBÉM VENDEDOR

NO VER-O-PESO TUDO VALE QUANTO PESA
NA VIRAÇÃO BOM E BARATO É
SÓ NÃO COMPRA QUEM NÃO QUER

LÁ VEM O REGATÃO OFERECENDO AO RIBEIRINHO
LANÇAMENTOS EM PRET A PORTER
NAS VITRINES DO SHOPPING O ENCANTO
COMO É BELA A ARTE DE VENDER
SEMPRE ANUNCIANDO PROMOÇÃO
EM OUTDOOR, JORNAL E TV
CRESCE A EXPORTAÇÃO, COM A GLOBALIZAÇÃO
PEDIDOS POR E-MAIL OU CELULAR
ENTREGA SEM DEMORA
O CLIENTE EM PRIMEIRO LUGAR

SOU PARAENSE CAMELOT
ACADEMIA COM AMOR
ORGULHO JURUNENSE SIM SENHOR
NO COMÉRCIO INFORMAL, EU BOTO BANCA
E FAÇO TODO DIA UM CARNAVAL

[Desfile]

Data do desfile: Dia 05/02 - (Sábado), às 19h.

Enredo: Sou Paraense Vendedor Com Muito Orgulho, Sim Senhor!

Compositores: Dio, Toninho, Magé, Ademar Carneiro

Carnavalesco: Cláudia Palheta


Topo

Grêmio Recreativo Cultural e Carnavalesco 'Deixa Falar'

[História]

O Grêmio Recreativo Cultural e Carnavalesco 'Deixa Falar', foi fundado em 23 de Abril de 1992, em Belém, pelo Senhor Esmael Tavares e um grupo de Sambistas, tendo como cores predominantes o Azul e o Branco e como símbolo o Papagaio.

Participou pela primeira vez do carnaval em 1993, no extinto grupo 'C' de escolas de samba, sagrando-se campeão, com o enredo 'Queimadas'. Este título lhe garantiu o direito de ascender para o grupo 'B'.

Em 1994, participou com o enredo 'O Que Nostradamus Não Previu Para O Carnaval do Ano 2000'. Em 1995, com 'Da Maison ao Brechó - Lá de Baixo Eu Não Venho Só'. Em 1996, com 'Ópera de São João, Pássaros de Cordão'. No Carnaval de 1997, tornou-se Vice-Campeão com o enredo 'Deusa Dourada, Sonhos Gelados'. Em 1998 sagrou-se Campeão com o enredo 'Deixa Falar, O Papagaio', o que lhe garantiu o direito de ascender ao Grupo 'A'. Em 1999, participou com o enredo 'Divina Dica, Dádiva de Santarém, Pérola dos Tapajós'.

Em  2000, apresentou 'A Farra dos Bois na Arena do Tinga'. Em 2001, o enredo 'Carabau, O Segredo da Multiplicação'. No Carnaval de 2002, já no Grupo Especial, o enredo da vez foi 'Da Baleia ao Abacaxi, O Alumínio Está Aqui'. Em 2003, com a realização do desfile das Escolas de Sambas associadas - ESA, participou com o enredo 'Verde Que Te Quero Verde'. Em 2004, trouxe 'Tem Xote, Tem Baião, No Forró do Gonzagão'.

Neste Carnaval o Grêmio 'Deixa Falar', irá participar novamente com um enredo bem cultural, 'Por Incrível Que Pareça Deu Papagaio Na Cabeça', baseado no livro da autora Simone Ferreira Soares 'O Jogo do Bicho, A Saga de um fato Social Brasileiro'. J.J.Carvalho ao prefaciar o livro diz que a mesma apresenta uma reconstituição histórica do jogo, desde sua origem até os dias atuais, desvenda sua complexa estrutura lógica e mostra sua presença marcante na literatura, na música popular e no folclore brasileiro em geral. O Jogo do Bicho é uma instituição secular, rodeada de fascínio e perigo, profundamente enraizado nas classes populares. Entender o Jogo do Bicho é entender um dos aspectos mais importantes da Cultura Brasileira.

[Samba de enredo]

POR INCRÍVEL QUE PAREÇA, DEU PAPAGAIO NA CABEÇA

O CÉU COLORIU A PASSARELA
PINTOU O JOGO DO BICHO EM AQUARELA
A SORTE QUE DRUMONND LANÇOU
NA VIDA SÓ PERDE, QUE NÃO JOGOU
FORMOU-SE ENTÃO, A LOTERIA DA ILUSÃO
DE CONCEITO TÃO POPULAR
QUE ENRIQUECE O DIA A DIA
DANDO FORÇA, E ENERGIA
À ESPERANÇA DE GANHAR
COM A MINHA DEIXA FALAR

VALE O QUE ESTÁ ESCRITO
A POULE NÃO VAI ME ENGANAR
EU SOU UM VENCEDOR
TRAGO NO PEITO O AMOR BIS
EU SOU A DEIXA FALAR

EM CARTAZ 25 ANIMAIS, PARA IMAGINAÇÃO,
FAZ UMA FEZINHA TENTA A SORTE DE CORAÇÃO
EM FORTALEZA NO PARATODOS CORRE O MILHÃO
E O SÍMBOLO DA NOBREZA É O LEÃO
TOURO ESPANHOL, TIGRE JAPONÊS
GALO HOLANDES, BORBOLETA CHINEZA
O PAVÃO E A BELEZA A FRANCEZA
LOURO OU MACACO E VARONIL
E JOGO DO BICHO É DO NOSSO BRASIL

APOSTEI, GANHEI
O JOGO DO CARNAVAL
POR INCRIVEL QUE PAREÇA
DEU PAPAGAIO NA CABEÇA.


[Desfile]

Data do desfile: Dia 05/02 - (Sábado), às 19h.

Enredo: Por Incrível que Pareça, Deu Papagaio na Cabeça

Compositores: Moacyr, Javs, Wanderley Explosão e Jéferson

Carnavalesco: Junior Cardoso e César

Topo


Grêmio Recreativo Beneficente Jurunense 'Rancho Não Posso Me Amofiná'

[História]

O Grêmio Recreativo Beneficente Jurunense 'Rancho Não Posso Me Amofiná', com sede própria na Travessa Honório José dos Santos, nº 758, foi fundado em 31 de janeiro de 1934, por Rai Manito e um grupo de amigos, no bairro do Jurunas. Com 24 títulos oficiais e uma homenagem ao fundador das Organizações Romulo Maiorana em 2003, com o enredo “Romulo Maiorana - O gigante em off-set”, o Rancho levará esta ano para a Aldeia Cabana o enredo “Das águas do Guajará às terras do Pará - Clube do Remo, 100 anos de tradição e glória”, em homenagem ao centenário do Leão Azul.

Para contar a história do Remo, o Rancho vai desfilar com 18 alas de enredo, dois mil integrantes (200 ritmistas), abordando as origens do clube com o esporte de remo (regatas), passando pelo futebol, vôlei, basquete, xadrez e natação. Três carros alegóricos serão utilizados no desfile a ser embalado pelo samba-enredo composto por Bosco Guimarães e Walter Azulay e interpretado por Silvinho da Beija-Flor, Marquinho Melodia e Régis. O Rancho é presidido por José Roberto Teixeira.

[Samba de enredo]

DAS ÁGUAS DO GUAJARÁ ÀS TERRAS DO PARÁ - CLUBE DO REMO, CEM ANOS DE TRADIÇÃO E GLÓRIA

CLUBE DO REMO SOMOS NÓS
VAMOS CONSAGRAR NOSSA UNIÃO
NO CENTENÁRIO, MEU RANCHO FAZ SUA COROAÇÃO

SURGIU NO BAILADO DAS ÁGUAS
A HISTÓRIA DE AMOR, SUOR E GLÓRIA.
SETE BRAVOS REMADORES
DEMONSTRANDO SEUS VALORES FUNDARAM O GRUPO DO REMO.

DESDE A ORIGEM ESTRELANDO
'LAUREANDO' SEU PASSADO
NA ÁGUA, TERRA E AR.

MEU CLUBE DO REMO
ETERNA PAIXÃO
CEM POR CENTO CAMPEÃO.

NO PARÁ TU ÉS BRASIL
TUA FORÇA É ORGANIZADA
ALÔ PIRATAS, TROVÃO E REMOÇADA.
CULTUANDO CORPO E MENTE
O LEÃO SE FAZ PRESENTE
NA CULTURA MILENAR

A NOSSA ESCOLA HOJE TRAZ RECORDAÇÕES
DOS GRANDES FOLIÕES
QUE ENFEITARAM DE AZUL NOSSOS SALÕES

TEM PIERROT NO BAILE DOS LEÕES
TEM RAINHA DAS RAINHAS NO NOSSO CARNAVAL
HOJE SOU REI
SOU RANCHO NÃO POSSO ME AMOFINÁ
CHAMA DE AMOR ARDENDO SEM PARAR

[Desfile]

Data do desfile: Dia 05/02 - (Sábado), às 19h.

Enredo: Das Águas do Guajará às Terras do Pará - Clube do Remo, Cem Anos de Tradição e Glória

Compositores: Bosco Guimarães e Walter Azulay

Carnavalesco: Andrei

tags:
Mais Acessadas
Canais
Siga nas Redes: