HomeNotíciasParáIcoaraci discute questões ambientais
Pará

Icoaraci discute questões ambientais

31/05/2007 - 19:38 - Pará
'Nos últimos dez anos, Belém perdeu 70% de sua área verde'. Com esse dado preocupante, a professora de Direito Ambiental, Ana Cláudia Cruz, encerrou os debates do curso preparatório ao Fórum Cientifico de Meio Ambiente de Icoaraci, que será realizado na próxima segunda-feira (4) e terça-feira (5), no auditório do Sest/Senat, em Icoaraci.

Cerca de 80 líderes comunitários, dirigentes de organizações não-governamentais, ambientalistas, pesquisadores, estudantes interessados na defesa do meio ambiente discutiram, durante três dias, temas como: recursos naturais, urbanismo, código de postura, gestão, legislação e educação ambiental, com a participação de especialistas da área.

O objetivo do curso foi municiar os participantes de informações sobre as principais questões ambientais por qual passa o distrito para que eles possam ter uma participação mais efetiva nos debates do fórum.  'Isso é um fato histórico, pois vamos poder discutir com mais propriedade os problemas que nós enfrentamos em Icoaraci e contribuir com propostas viáveis para o poder público', disse Francisco de Souza Quadros, do MPEI (Movimento Pró-Emancipação de Icoaraci).

Entre os vários problemas que o distrito enfrenta, segundo Siderlei Cardoso da Silva, presidente da Associação de Moradores da Passagem Tancredo Neves, o que mais chama a atenção, segundo ele, á a qualidade do ar. Agravado pela poluição causada pelos curtumes instalados em Icoaraci.

'O IML (Instituto Médico Legal) tem laudos que comprovam que existe no ar, o cromo e a amina, que são produtos cancerígenos que põe em risco a vida dos moradores de Icoaraci', denunciou. Com a realização do curso, ele acredita que vai poder discutir a questão com mais profundidade com os pesquisadores convidados do Fórum.

Já a presidente da Associação Comunitária São Sebastião Paracuri II, acredita que os conhecimentos assimilados nos três dias do curso preparatório ao fórum, vão contribuir para as discussões das questões ambientais do distrito com a comunidade da qual ela faz parte. 'Nós vamos discutir com a comunidade, com a escola do Paracuri II, para mostrar à população o quanto é importante cuidar do nosso ambiente',disse Altaide. Ela afirmou ainda que os participantes do curso vão redigir uma carta que será apresentada no fórum, apontando os principais problemas enfrentados pelos moradores de Icoaraci.

'Trabalhar a questão ambiental é sempre um processo longo, e iniciativa como a realização do curso sobre meio ambiente é uma oportunidade de alertar a coletividade para um problema que não é só do poder público, mas de todos nós, de toda a sociedade', acrescentou a professora de direito ambiental, Ana Cláudia Cruz.   

tags:
Mais Acessadas
Canais
Siga nas Redes: